Bem vindo ao Site Brasileiros Muçulmanos - Últimos Artigos: Capítulo 49, Al-Hujurat (Os Aposentos) - Capítulo 51, Az Záriat (Os Ventos Disseminadores) - Capítulo 78, An-Naba (A Notícia) - Capítulo 30, Ar-Room (Os romanos) - Capítulo 50, Qaaf (A letra Caf) - Capítulo 79, An-Naziat (Os arrebatadores) - Capítulo 72, Al-Jinn (Os gênios) - Capítulo 103, Al-Asr (O Tempo) - Capítulo 110, An-Nasr (A Ajuda) - Capítulo 102, At-Takathur (A cobiça) - Capítulo 98, Al-Bayyinah (A evidência clara) - Capítulo 90, Al-Balad (A Cidade) - Perguntas sobre a Outra Vida - Capítulo 36 , Ya Sin (Ya Sin) - Capítulo 3, Versículos 78-80: Crenças imperfeitas -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).
Meu amor por Jesus me levou ao Islam
  Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos


E fecho este convite citando os seguintes versos do Alcorão, onde Deus, o Todo-Poderoso, dá a oportunidade a todos os humanos de se arrependerem sinceramente, convida os pecadores a se arrependerem, independentemente da magnitude de seus pecados, pois Ele é aquele cuja clemência a tudo abraça, ao mesmo tempo que assegura que se não se arrepender nada poderá evitar o seu castigo:

“Dize: Ó servos meus, que se excederam contra si próprios, não desespereis da misericórdia de Deus; certamente, Ele perdoa todos os pecados, porque Ele é o Indulgente, o Misericordiosíssimo. E voltai, contritos, porque, então, não sereis socorridos” (Alcorão 39:53-54).

Deus informa-nos que o tempo para o arrependimento é de duração limitada e que quando a morte chega, já não é possível obter o perdão.

Finalmente, Deus estende Sua promessa de perdão e misericórdia para o crente que está firme na fé e faz boas ações, dizendo: (Alcorão 20:82): “Somos Indulgentíssimos para com o fiel, arrependido que pratica o bem e se encaminha”.

Eu suplico a Deus, o Criador de tudo o que existe, o verdadeiro guia, para orientar o caminho certo para todos aqueles que buscam a verdade, para abrir suas mentes para fazerem auto-avaliações sinceras e melhorarem suas condições de acordo com o que é agradável a Ele. Amém.





“Aprendi a amar Jesus mais do que a meus próprios pais”.



“Este é Jesus, filho de Maria; é a pura verdade, da qual duvidam” (Alcorão 19:34).



No Alcorão Sagrado Jesus é mencionado em vinte e cinco ocasiões, enquanto que o profeta Muhammad só em cinco. O capítulo 19 do Alcorão tem o nome da Virgem Maria, enquanto que não há outro capítulo com o nome da mãe, das esposas ou das filhas do profeta Muhammad . A Virgem Maria é a única mulher que tem o nome expressamente citado no Alcorão Sagrado, que se descreve assim: “Ó Maria, Deus te elegeu e te purificou, e te preferiu a todas as mulheres da humanidade!” (Alcorão 3:42).

Nessa obra o autor apresenta muitas informações sobre Jesus desconhecidas para os não muçulmanos.



Para entrar em contato com os supervisores da tradução em português ou para qualquer informação do o Islã:



www.luzdoislam.com.br
Hierarquia do Artigo:
Artigos Religião Comparada Meu amor por Jesus me levou ao Islam


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Meu Amor por Jesus
Nasci católico e como tal fui educado na crença de que o catolicismo era a única religião verdadeira. saiba mais
Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso site o "Nobre Alcorão e seus Significados em Português" saiba mais
Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a bela recitação do Alcorão, você também pode ler o "Nobre Alcorão" saiba mais
Assista como fazer Oração
Saiba como praticar a oração, desde a ablução, até a recitação do alcorão em árabe. saiba mais
Últimos Vídeos
Divulga Islam
Somos um grupo de muçulmanos brasileiros que trabalha com a divulgação do islam na internet saiba mais

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br Site Brasileiros Muçulmanos © 2009-2019

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2019 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3

Os materiais postados neste site não refletem necessariamente as visões do Grupo Divulga Islam, o qual não reivindica responsabilidade sobre os artigos contidos neste site, sendo os mesmos de responsabilidade dos seus escritores.

É necessário utilizar o Firefox para este site
voltar ao topo