Bem vindo ao Site Brasileiros Muçulmanos - Últimos Artigos: Capítulo 103, Al-Asr (O Tempo) - Capítulo 110, An-Nasr (A Ajuda) - Capítulo 102, At-Takathur (A cobiça) - Capítulo 98, Al-Bayyinah (A evidência clara) - Capítulo 90, Al-Balad (A Cidade) - Perguntas sobre a Outra Vida - Capítulo 36 , Ya Sin (Ya Sin) - Capítulo 3, Versículos 78-80: Crenças imperfeitas - Capítulo 2, Versículo 177: O versículo da virtude - Capítulo 2, Versículos 165 - 167: O maior pecado e como ser salvo - A Assembleia Diária do Profeta (parte 2 de 2) - A Assembleia Diária do Profeta (parte 1 de 2) - Capítulo 17, Al-Isra (A Viagem Noturna) (parte 2 de 2) - Capítulo 17, Al-Isra (A Viagem Noturna) (parte 1 de 2) - Capítulo 5, Al-Maidah (A Mesa Servida) (Parte 3 de 3) -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).
A Jornada para a Outra Vida (parte 4 de 8)
  Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos
Descrição: Como aqueles que alcançam o sucesso do Paraíso por conta de sua fé serão recebidos.
Por IslamReligion.com (co-author Abdurrahman Mahdi)
Publicado em 09 Mar 2009 - Última modificação em 22 Jun 2010

Visualizado: 2282 (média diária: 4) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 150 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > A Outra Vida > A Jornada Após a Morte

Paraíso

Os crentes serão conduzidos na direção dos oito grandes portões do Paraíso.  Lá eles receberão a alegre recepção dos anjos e serão felicitados por sua chegada segura e pela salvação do Inferno.

“Em troca, os tementes serão conduzidos, em grupos, até o Paraíso e, lá chegando, abrir-se-ão as suas portas e os seus guardiães lhes dirão: ‘Que a paz esteja convosco! Quão excelente é o que fizestes! Adentrai, pois! Aqui permanecereis eternamente.’” (Alcorão 39:73)

(Será dito aos virtuosos): “E tu, ó alma em paz,   retorna ao teu Senhor, satisfeita (com Ele) e Ele satisfeito (contigo)!  Entre no número dos Meus honrados servos!  E entra no Meu Paraíso!” (Alcorão 89:27-30)

O melhor dos muçulmanos entrará no Paraíso primeiro.  O mais virtuoso deles ascenderá aos níveis mais altos.[1]

“E aqueles que comparecerem ante Ele, sendo crentes e tendo praticado o bem, obterão as mais elevadas dignidades;” (Alcorão 20:75)

“E o dos primeiros (crentes) - E quem são os primeiros (crentes)? Estes serão os mais próximos de Deus, nos Jardins do Prazer.” (Alcorão 56:10-12)

A descrição corânica do Paraíso nos dá uma visão do quanto ele é um lugar fantástico.  Uma morada eterna que preenche todos os nossos desejos, seduz todos os nossos sentidos, nos concede tudo que poderíamos querer e muito mais.  Deus descreve Seu Paraíso como tendo a terra feita de pó fino de almíscar,[2] solo de açafrão,[3] tijolos de ouro e prata, e seixos de pérolas e rubis. Abaixo dos jardins do Paraíso correm rios de água cristalina, leite, mel e vinho não intoxicante.  Os leitos de suas margens são domos de pérolas côncavas.[4] Todo o espaço é cheio de luz cintilante, plantas com doces aromas e fragrâncias que podem ser sentidos de longe.[5] Existem palácios luxuosos, enormes mansões, vinhedos, tamareiras, romãzeiras,[6] árvores de lótus e acácias cujos troncos são feitos de ouro.[7] Frutos abundantes e maduros de todos os tipos: morangos, cerejas, uvas, melões, romãs; todos os tipos de fruta, tropical e exótica; qualquer coisa que o crente possa desejar!

“...aí, as almas lograrão tudo quanto lhes apetecer, bem como tudo que deleitar os olhos;” (Alcorão 43:71)

Cada crente terá a mais bela, piedosa e pura esposa, usando uma primorosa vestimenta; E haverá muito mais em um novo mundo de alegria eterna e radiante.

“Nenhuma alma caridosa sabe que deleite para os olhos lhe está reservado, em recompensa pelo que fez.” (Alcorão 32:17)

Além dos prazeres físicos, o Paraíso também dará a seus residentes um estado de bênção emocional e psicológica, como o Profeta disse:

“Quem quer que entre no Paraíso é abençoado com uma vida de alegria; ele nunca se sentirá miserável, suas roupas nunca se corroerão, e sua juventude nunca desaparecerá.  As pessoas ouvirão um chamado divino: ‘Eu concedo que seja saudável e nunca fique doente, viverá e nunca morrerá, será jovem e nunca envelhecerá, será alegre e nunca se sentirá miserável.’” (Saheeh Muslim)

Por fim, o que mais deleitará os olhos será o Rosto do Próprio Deus.  Para o verdadeiro crente, essa visão abençoada de Deus é conquistar o prêmio supremo.

“No Dia, haverá semblantes radiantes, dirigindo os seus olhares para o seu Senhor.” (Alcorão 75:22-23)

Esse é o Paraíso, a morada eterna e destino final do crente virtuoso.  Que Deus, o Altíssimo, nos faça merecedores dele.



Footnotes:

[1] Sahih al-Jami.

[2] Saheeh Muslim

[3] Mishkat

[4] Saheeh Al-Bukhari

[5] Sahih al-Jami

[6] (Alcorão 56:27-32)

[7] Sahih al-Jami

veja a matéria original em: http://www.islamreligion.com/pt/articles/410/

Hierarquia do Artigo:
Artigos A Outra Vida A Jornada para a Outra Vida (parte 4 de 8)


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Meu Amor por Jesus
Nasci católico e como tal fui educado na crença de que o catolicismo era a única religião verdadeira. saiba mais
Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso site o "Nobre Alcorão e seus Significados em Português" saiba mais
Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a bela recitação do Alcorão, você também pode ler o "Nobre Alcorão" saiba mais
Assista como fazer Oração
Saiba como praticar a oração, desde a ablução, até a recitação do alcorão em árabe. saiba mais
Últimos Vídeos
Divulga Islam
Somos um grupo de muçulmanos brasileiros que trabalha com a divulgação do islam na internet saiba mais

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br Site Brasileiros Muçulmanos © 2009-2018

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3

Os materiais postados neste site não refletem necessariamente as visões do Grupo Divulga Islam, o qual não reivindica responsabilidade sobre os artigos contidos neste site, sendo os mesmos de responsabilidade dos seus escritores.

É necessário utilizar o Firefox para este site
voltar ao topo